Conecte-se conosco

Facebook Twitter Canal YouTube

Página Inicial

Loja

Sobre o Centro

História

Missão

Serviços

Aulas

Traduções

Intérprete

A China

Arte Marcial

Clássicos Literários

Cultura

Culinária

Filmes

História

Invenções

Qìgōng

Dámó Qìgōng

Gù Jīng Gōng

Língua Chinesa

Ideogramas

Pin Yin

Artistas Chineses

Bandas de Música

Estudando Mandarim

Ferramentas

Músicas

Jogos

Notícias

Contato

Links

 

China >> Cultura Chinesa

Jīngjù 京剧 – A Ópera DE PEQUIM

A Ópera de Pequim é o estilo de drama musical mais influente na China e é considerado um tesouro nacional. Ela ganhou forma há 200 anos e se tornou popular desde então, absorvendo pontos importantes de diversas óperas locais e influenciando, por gerações, os corações chineses.Ópera de Pequim

A Ópera de Pequim é uma arte teatral que traz recitações, instrumentos musicais tradicionais, canto, dança, acrobacia, arte marcial, figurinos exóticos e maquiagens únicas, onde os sugestivos movimentos dos atores são acompanhados por  batidas ou pelas melodias dos instrumentos tradicionais chineses.  As suas histórias são baseadas nos contos populares, novelas famosas ou lendas ancestrais chinesas e por isso pode ser difícil para se entender quando não se está familiarizado com este contexto cultural.

Apesar de se chamar Ópera de Pequim, as suas origens não se encontram na capital do país, mas sim nas províncias de Anhui e Hubei. O seu nascimento aconteceu em 1790, quando as Quatros Grandes Trupes de Anhui foram para Pequim.

Este espetáculo originalmente era apresentado apenas para a família real e só mais tarde se tornou um espetáculo público, agradando a todas as classes da sociedade. Normalmente, a apresentação pública era feita ao céu aberto ou em casas de chá, com os instrumentos musicais sendo tocados bem alto, assim como o canto dos atores, para que toda a audiência pudesse ouvir.

Os atores na Òpera de Pequim podem ser classificados em 4 papeis diferentes: Sheng (生), Dan (旦) , Jing (净) e Chou (丑).

 

Veremos mais sobre os principais papeis na continuação deste artigo que será publicado em breve. Aguarde.

Topo